Conheça um zoológico diferente: animais com mais de 10 mil anos!

Pensar que no planeta Terra tinha vida há mais de 2 milhões de anos, é impressionante, mas não nos surpreende tanto. Agora, pensar que esse período de até 2 milhões de anos é considerado um período “mais novo” é uma mistura de fascinação, surpresa e curiosidade.

O período Pleistoceno está compreendido entre 2,5 milhões e 11,7 mil anos atrás. Durante esta época aconteceram 11 eventos de aquecimento global seguidos por idades do gelo. Diversos estudos mostram que há 11,7 mil anos estamos vivendo um período de aquecimento.

Peter Lund, considerado o pai da Paleontologia e Arqueologia no Brasil, fez extraordinárias escavações nas Grutas da nossa região do Circuito das Grutas, descrevendo minuciosamente a fauna de mamíferos da nossa região e as mudanças ambientais que acontecido desde esse período Pleistoceno.

Lund foi um grande estudioso da Gruta do Maquiné que fica em Cordisburgo. Em homenagem a ele, no ano 2000 foi inaugurado o Zoológico de Pedra Peter Lund na cidade, que nos impressiona a cada visita.

No Zoológico de Pedras você vai encontrar réplicas de animais do período Pleistoceno, esculpidas através de telas, areia e cimento pelo artista natural de Cordisburgo Stamar de Azevedo Júnior, o Tazico. Compõem o zoológico a Preguiça gigante, o Tatu gigante, o Tigre dente de sabre, o Toxodonte, a Preguiça pequena e o Mastodonte.

É um passeio imperdível! O Zoológico de Pedras fica na Praça Otacílio Negrão de Lima no Centro de Cordisburgo e você pode visita-lo, gratuitamente, Circuitando por aí!

Vale muito a visita. Pela beleza das obras, pela curiosidade e aprendizado sobre os habitantes da Terra nesse período e pela reflexão sobre a importância do cuidado com o planeta e a extinção dos animais!

Por Narly Simões