Rancho José e Maria – afeto e tradição na Rota Doces e Quitandas, em Santana de Pirapama

Uma história de família. Assim é a cozinha mineira. Onde quer que a gente vá por essas nossas Minas Gerais, o que encontramos em uma cozinha é muito, mas muito mais que alimento para o corpo. É  história de pai que plantava, colhia, limpava, moía, pilava… História de mãe que semeava, amassava, misturava, enrolava, cozinhava, assava… Histórias de avó e avô que ensinaram tudo isso e mais para os nossos pais. A gente encontra segredo passado de geração em geração. Ancestralidade.

Comer um biscoito frio, amassado em gamela é muito mais que comer um biscoito frito. Café coado no bule, bolo, broa e o barulho do biscoito de polvilho sequinho quebrando na boca se mistura com o som das risadas, da boa prosa, do AFETO. Aquele afeto que vem do verbo “afetar”, atingindo o nosso íntimo, fazendo uma mistura do sabor de tudo isso com nossas lembranças da infância, da família.

Assim é o RECANTO JOSÉ E MARIA na região do Gentio em Santana de Pirapama, que integra a Rota Doces e Quitandas do Circuito das Grutas. Uma cozinha que traz, além de pratos deliciosos,  a história da família em cada segredo guardado para dar o ponto do doce, a torra exata do café e a maciez dos bolos, fatias e pães.

As irmãs Irene e Geralda – a Santa, juntamente com a cunhada Terezinha, decidiram, em 2015, retornar para o local onde foram as irmãs criadas e darem sequência à tradição da produção de doces e quitandas herdada dos pais. Foram criadas bem ali, aos pés da Serra do Espinhaço, em meio a natureza exuberante, junto com mais seis irmãos, na infância e juventude que acompanhou o ofício dos pais: produtores rurais que plantavam, criavam gado, colhiam e cozinhavam. Hoje, assim elas seguem fazendo uma alquimia na cozinha.

Quando a gente chega na porta da casa já consegue sentir o cheio do café torrado e moído perfumando a entrada. O tacho de doce no fogão a lenha anuncia que vem coisa boa pela frente enquanto o outro tacho esquenta a gordura para entregar o biscoito frito que nos aquece a alma. De repente, a mesa posta na varanda: é bolo, fatia, queijo fresco, requeijão, iorgurte, doce de corte, doce em compota, geléia… tanta coisa gostosa que a gente fica sem saber por onde começar. Recheando tudo isso, risadas, causos, bom papo e um carinho que não nos deixa perceber o passar das horas. É assim no Recanto José e Maria onde as horas parecem ser nossas parceiras e passam bem devagar, do jeito que precisa ser nossa maneira de aproveitar o tempo: calma, tranquila, saboreando cada momento.

De tão generosas que são, as responsáveis pelo Recanto decidiram dividir tudo isso com as visitas. Cuidadosamente estão preparando, bem ao lado da varanda, um espaço para receber os turistas que passam por lá em busca de aventuras numa trilha de bike, de moto ou à pé e também quem vai exclusivamente para um café.

É isso, no Recanto José e Maria a gente encontra muito, mas muito mais que alimento para o corpo. A gente encontra alimento para a alma, renova as energia e revigora nossas lembranças de infância.

Para reservas e encomendas:

Terezinha: 31 99848 6931

Santa: 31 99630 4570

Irene: 31 97153 9914

Por Narly Simões

ASSCOM IGR Grutas

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest