Blog Circuitando por aí! no portfólio de Boas Práticas da Secult 2020

Durante o ano de 2020, um ano tão diferente para todos nós, quem gosta de ir e vir, viajar e receber, conhecer novas pessoas, ouvir casos seja de quem chega ou de quem já está, sentir o pulsar das tradições e “mudar a roupa da alma” como disse Mário Quintana… foi tarefa difícil.

Abrir as portas, receber as visitas, assar o bolo, coar o café, servir um frango em volta da mesa farta, colocar aquela cachacinha no copo, oferecer um torresmo, uma cama limpa e uma boa prosa… foi tarefa quase impossível.

Descer para o centro da terra, desbravar histórias milenares, ver o que o Rio nos deixou de lembrança lá embaixo, ver de perto nossa história, onde viviam os bichos gigantes, estar onde estiveram os primeiros habitantes do Planeta, entrar nas Grutas e ter aquela sensação única e indescritível… foi tarefa rara.

Mas mesmo assim, viajamos. Por aqui, no Circuitando por aí!, viajamos juntos contando histórias. Daquelas que o povo antigo contava na beira da fogueira em noite de lua. Escrever o blog foi um convite em tempos de tarefas árduas. Foi um “venha viajar conosco…”

Foram 40 histórias e muitas viagens, mesmo em casa.

De lugares, de receitas, de pessoas que já se foram, de gente que está aqui fazendo e mantendo a história… 2020 foi muita coisa, mas também foi uma viagem inesquecível.

Fomos e levamos nossos leitores a lugares incríveis como o interior das nossas 3 joias raras: As Grutas da Lapinha, Rei do Mato e Maquiné.

Mas também mostramos a religiosidade e fé de nossas capelas e igrejas. Temos inclusive a terceira igreja mais antiga do estado, vejam só!

Rimos e nos emocionamos com Dona Haydê com seu restaurante em frente à Gruta do Maquiné, As Irmãs Argentinas adoçaram nossos dias, Vavá que guarda lindamente a tradição das Guardas de Lagoa Santa…

Foram tantos. Tantos cheiros, sabores, receitas. Festas prá relembrar e agendar, lugares incríveis, vôos possíveis como os que acontecem na Serra de Santa Helena ou imaginário pelo Sertão de Guimarães Rosa. Falamos de Clara e da sua história de luta, garra e canto, do Adelso e da família que continua contando sua história.

E ainda temos tanto a falar… Tanto a ir, tanto a conhecer, a provar, a ouvir, a saborear. Contar a história da região do Circuito das Grutas e de seus personagens em 2020 ajudou a amenizar a espera e me fez ter vontade de sair por aí, descobrindo, redescobrindo, vendo e revendo pessoas, lugares, panelas e tradições.

Contar o Circuito em 2020 foi um prêmio, uma vitória e a descoberta de um caso de amor que jamais irá ter fim. Porque sempre tem uma história que ainda não foi contada, ou que já foi mas merece ser contada de novo. Sempre tem um lugar, um olhar, uma festa tradicional que naquele ano será igual mas diferente. Sempre é.

Para coroar tudo isso, tivemos o privilégio de sermos escolhidos para fazer parte do Portfólio de “Boas Práticas Regionais no Turismo de 2020”.

A publicação é um compilado de iniciativas que busca contribuir para fortalecer o desenvolvimento do turismo no estado, com o propósito de servir de inspiração para que as Instâncias de Governança desenvolvam ações inovadoras e sustentáveis nas atividades turísticas do Estado.

Além de passar pela equipe técnica da Secult, a seleção das ações para a composição do portfólio ficou a cargo das Câmaras Temáticas do Conselho Estadual de Turismo de MG, que avaliou as iniciativas com notas de 0 a 10, sendo considerados os quesitos de inovação, benefícios, metodologia e resultado.

Neste Portfólio que nos considerou uma Boa Prática em 2020, estão outras iniciativas da IGR Grutas (divulgaremos na próxima semana!) e de outros Circuitos.

Mas, acima e além de tudo, mesmo que não escritas diretamente, estão todas as histórias, todos os casos, todos os personagens, todos os sabores e toda a sabedoria de cada um que nos contou, nos mostrou, colabora e faz esse território.

Nele, está a esperança das viagens possíveis que ficaram na espera em 2020 e dos caminhos a serem percorridos, vistos e revistos daqui prá frente.

Nosso muito obrigada à Secult, a cada um que cedeu um tempo para contar sua história, a cada lugar e a cada um que embarcou com a gente nesta nossa linda viagem semanal pelas terras do Circuito das Grutas, Circuitando por aí!

 

Por Narly Simões

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest